Sobre Ana Bolena...




A rainha deposta fez história, e nisso ninguém pode discordar.
Convenceu o rei [considerado o representante máximo de Deus na Terra] a dar um fim ao casamento, e a romper com a igreja e o Papa só para ficar com ela. Não foi pura persuasão não, meus amores, Henrique VIII realmente amava sua esposa, Ana Bolena [e também sua filha, Elizabeth]. Ele era louco pelas duas, e isso nem sou eu quem está falando, existem registros históricos não muito propagados porque isso não interessa a ninguém. A imagem de uma Ana vagabunda vende muito mais.

E como que essa felicidade toda desandou?
Bem, sabe aquelas lutas com cavalos e lanças, a Jousting? 
* ela aparece no filme Coração De Cavaleiro, com Heath Ledger

Pois que numa dessas disputas Henrique se machucou feio, e sofreu um traumatismo craniano que o deixou inconsciente por dois dias. Se hoje a condição já é grave, imagine então no século XVI quando os médicos não sabiam o que estava fazendo fazendo... 
Curiosidade aleatória: Ana, à época do acidente, estava grávida. E assim que recebeu a noticia perdeu o bebê, o menino que seu marido tanto queria.

Quando acordou, Henrique já não era mais o mesmo, e se tornou o sanguinário obeso mórbido que buscava as mais idiotas desculpas para assassinar suas esposas.
Longe de mim querer justificar as atrocidades que Henrique fez, mas para entender a situação, a gente tem que pensar que é como se tivesse existido duas pessoas. Uma antes e outra depois do acidente. Louco como um trauma dessa magnitude no cérebro pode modificar tanto o carácter de uma pessoa.

Boatos dizem que Ana foi condenada a degola por ter traído o marido e dormido com seu irmão [entre outras coisas tão absurdas quanto essa], mas não temos como saber o que é realmente verdade, porque os documentos do julgamento de Ana foram "se perderam". Se é que eles chegaram a existir...  ¯\_(ツ)_/¯
* me pergunto até se houve mesmo um julgamento

Você pode argumentar "ah, mas naquela época era assim mesmo, ninguém guardava nada". Aí que você se engana, excelentíssimo leitor. Os documentos do período foram tão bem preservados que hoje é possível dizer com exatidão a causa da morte de Catarina de Aragão, a primeira esposa do monarca que adorava casamentos [que eu não lembro qual foi, sorry]. 


- quem é Ross Geller na fila do pão...

Nenhum comentário:

Postar um comentário