Não Sou Capaz De Opinar




Fiquei pensando mais uma vez porque mudei o formato de conteúdo desse blog  e passei a tentar escrever crônicas. Na real, eu penso nisso o tempo todo. Porque trabalhar com internet é isso, ter que se repensar a todo instante. 

Sim, crônica é uma coisa que eu tô curtindo fazer, mas não só por isso... 
É que na internet já tem um tempo que os produtores de conteúdo estão andando sobre ovos para falar de qualquer coisa por um medo histérico de que sua opinião pegue mal com alguma marca.
"Nossa... não vou falar nada negativo sobre a The Body Shop porque a Lush pode não me contratar para um job, ou pior, pode parar de me mandar presentinhos". Pera, então quer dizer que a internet virou um supermercado?

Pois saibam que isso de dar opinião e se f*der sempre existiu. Lembro de um causo contado em 2009, quando Lilian Pacce quase deixou de ser convidada para um desfile porque não falou bem da marca na temporada anterior. Acontece.

... 

Blogs, sites, revistas... a coisa toda está desenrolando duma forma [começou talvez pelo despreparo que os iniciados na internet tinham para lidar com as marcas?] que geral foi ficando com medo de dar suas opiniões, e hoje ninguém fala nada sobre nada e está tudo certo. Só que não, né.
Não adianta ficar refém do medo e deixar de expor seu ponto de vista. Claro que não precisa destruir a marca, mas tudo bem não gostar de alguma coisa.

E crônicas são opiniões, causos do dia a dia e todas as coisas que escrevi no post da semana passada. E eu, que ando tão sedenta por informações nesse estilo, comprei [finalmente] num sebo de São Paulo o livro "Eu Não Sei Nada Sobre O Amor", de Bruna Vieira, para entrar de cabeça no mundo croniano.
* minhas desculpas ao pessoal que quer ler também, mas é que esse livro não foi lançado em ebook...


- muita necessidade de agradar todo mundo

2 comentários:

  1. Eu amo crônicas. Comecei pegando gosto pela leitura depois de ler muitas, de Martha Medeiros à Bruna Vieira. E sim, muitas pessoas tem medo de dar uma opinião sincera. E acho que isso falta muito nos blogs, na essência a galera era mais sincerona.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou com alguns livros da Martha Medeiros para ler, e fiquei ainda mais animada depois de ler seu comentário, rs.

      O que a internet une, a internet separa.
      Do que adianta o acesso a informação ficar mais fácil se as pessoas se escondem em suas opiniões?

      grande abraço

      Excluir