Gratidão Facial




A pele estava com textura de batata frita. E me batia muita vergonha de sair de casa. Será esse o cotidiano comum?
* sabe aquelas pessoas que já desistiram da vida?, a minha pele estava como a delas

Sofrimento, felizmente, que só durou até Julia Petit gravar para o Bonita De Pele. 
Veja bem,!, ela super entende os paranauê da beleza e explorou com Jana Rosa, em três vídeos de 40 minutos cada, seus pequenos/grandes truques.

Desde então dispensei o uso do algodão [ainda bem que não comprei a embalagem cara] e aderi ao uso da toalhinha, dessas baratinhas, para limpar meu rosto todo santo dia.

Logo se vê que estou tentando ser uma moça esforçada?
Nem tanto. Porque como a boa preguiçosa que sou, não tenho animo [e nem vontade] de lavar o rosto com água e sabão [70 passos da rotina coreana? totalmente fora de cogitação], por isso uso apenas soro fisiológico. Dica que aprendi com Paula Toller, a.k.a a mulher que não envelhece.

E depois passo o hidratante. 
Revezo o sérum de Vitamina C da The Body Shop com óleo de coco extra virgem. Primeiro porque não gosto de usar apenas produtos não-naturais [Bela Gil sempre diz que não devemos passas em nossa pele o que não entraria em nossa boca] e segundo porque não estou podendo comprar outro quando o meu acabar. Economizar é preciso. 
* um novo está saindo R$ 130 no Mercado Livre!

Agora a consciência ficou mais tranquila. Não curtia usar algodão e jogar fora. E morria de nojo [vai entender] daqueles discos de tecido para tirar maquiagem que está todo mundo fazendo.


- lindos poros

Nenhum comentário:

Postar um comentário