Swear - Nina Malkin




Que livro...
"Swear" nada mais é do que a continuação de Swoon, livro bem chatinho que li durante a faculdade, enquanto passava uma tarde preguiçosa na Starbucks. 
Eu até sabia dessa continuação, mas deixei de lado com zero esperanças de retomada. E acabou que ler Swear nos dias de hoje foi uma experiência tão incrível, não só pelo vocabulário, que é fantástico, mas também pela história, que é divertidíssima.
... 

Nesse livro, Dice segue tocando a vida depois que Sin some do mundo dos vivos. Até Crane [namorado de sua melhor amiga] desaparecer e coisas misteriosas começarem a acontecer na pequena mas agradável cidade de Swoon.
Sin volta, mas o protagonismo que o rapaz tinha no titulo anterior é deixado bem de lado para dar vez a nova vilã. Na verdade, Sin aparece tão pouco que esse livro acabou me lembrando muito Orgulho e Preconceito, em que todos nós esperávamos ansiosamente por um momento com Mr. Darcy.

Swear tem uma pegada sobrenatural, com fantasmas e tudo mais. Um YA bem divertido e bem humorado.
Dice é a médium que tem o poder de falar com o mortos, Sin é o rapaz que era fantasma, por quem Dice é completamente apaixonada. E o reencontro dos dois se dá num tom não muito amigável. 

Destaque para Pen, prima de Dice, que se era meio "hã" em Swoon, aqui ganhou uma personalidade muito forte, graças aos traumas que sofreu nas mãos de Sin [lembrando que no outro livro Sin não era tão bonzinho].

...
No meu caso "Swear" foi uma leitura super rápida. E olha que o livro é grosso e eu sou uma leitora bem preguiçosa.
Valeu cada segundo. 


- some love bonds. some love destroys.

Nenhum comentário:

Postar um comentário