A Trainee Nomad


Se já não ficou claro em outros posts, falarei com todas letras: sou uma nômade digital em treinamento. Sim, em treinamento.

Vejam bem, eu não posso simplesmente largar tudo e trabalhar remotamente sem a certeza de que meu trabalho no mundo online é algo certo. E se amanhã minha vendas forem fracas e eu não tiver dinheiro para o aluguel? O seguro saúde não vai se paga sozinho.

...

Essa minha vontade de virar nômade surgiu meio do nada, depois de um período bem chateada por não poder pedir a cidadania européia e ir morar na Inglaterra.
* o que não ia adiantar de nada agora que os ingleses decidiram que são muito "fodões" para fazer parte da União Européia...
É que vovô inglês não foi registrado pelo pai, e vovó portuguesa também não foi registrada pelos pais biológicos. Coincidências da vida? Pode ser. Mas foi isso que me fez perceber que posso morar em QUALQUER lugar do mundo. #ChupaEuropa

Alguns hábitos de minha futura vida já consegui adquirir, como comprar apenas livros digitais. E sempre tenho o pensamento de "será que vai caber na mala?" quando quero muito algum objeto não-fundamental para viver. Por isso meus maiores gastos hoje são restringidos a comida. Red Velvet da Magnum, estou chegando.

Estou também me preparando psicologicamente para a vida lá fora, por que confesso, vivi dentro da concha por muito tempo. 
Sabe, não vai ter ninguém para matar a barata, e nem para desentupir a privada, e nem para cuidar de mim quando eu estiver doente. Mas vou poder de fato morar em Londres, em Viena, talvez em Moscou, em Floripa... apenas trabalhando em frente a tela de meu notebook e fazendo amizades internacionais pelo mapa-múndi. 


- Carimbos no meu passaporte

2 comentários:

  1. Eu acho essa perspectiva tão tentadora e ao mesmo tempo, desafiadora! Conhecer vários lugares do mundo, não só de passagem e sim, tendo a oportunidade de morar um tempinho em cada lugar, para conhecer realmente, a realidade de quem vive por lá, é uma perspectiva que me atrai muito! Não tenho coragem de tomar uma decisão como a sua, mas o que mais anseio fazer é viajar mais para conhecer o máximo de lugar possivel haha
    Depois conta as suas experiencias por ai!
    Beijos!
    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois que a telha daqui de casa voou e entrou água por causa da chuva e mamis ficou desesperada por algumas coisas estarem molhando. eu percebi o quanto todos esses bens materiais são irrelevantes quando todos estão bem.
      E foi a partir desse dia que decidir colecionar momentos e não coisas.
      ...
      Espero que daqui alguns anos você me diga que seu passaporte já está cheio de carimbos, hehe.
      E pode deixar que vou compartilhar tudo com vocês.
      =*

      Excluir