A Múmia


Em algum dia, lá em 2001, fui com uma excursão da escola assistir O Retorno Da Múmia.
E na volta, quando fiquei conversando com uma menina super inteligente sobre o filme, de alguma maneira a conversa acabou indo parar no primeiro da série [que eu não lembrava de ter assistido, mas fingi mesmo assim saber do que se tratava].
E todo esse vulco vulco me deixou muito curiosa para assistir: A Múmia.

Foi assim que começou uma história de amor que durou um ano inteiro. A gente se via sexta-feira na locadora [na época, em VHS] e ficávamos juntos até segunda-feira.
Tô falando sério gente, eu alugava o filme todo final de semana. E assisti tanto que mesmo 15 anos depois eu ainda sei todo os diálogos do filme.
*achou que eu estava brincando?

< ♡ >

Sinopse: nos tempos antigos, Imhotep se envolve com a noiva do faraó. E é condenado ao Hom-Dai [um castigo reservado aos piores hereges] depois de fazer diversas agadas em nome desse amor.
Segundo a mocinha do filme, está escrito que se a vitima do Hom-Dai algum dia ressuscitar, trará consigo as 10 pragas do Egito. E adivinhem só, é isso que acontece.
Cabe então ao nosso trio de protagonistas fofuchos resolver essa história e impedir o fim do mundo.

Sabe, o pessoal do roteiro viajou legal na hora de escrever a história, se aproveitando bastante do mistério que cerca o Egito Antigo. E se você não fosse um entusiasta do período como moi, até poderia dizer que tudo aquilo é verdade.

Por exemplo, aquele livro que a Evelyn lê para acordar Imhotep, existiu de verdade [só não daquele jeito, rs].
O "Livro dos Mortos" era um pergaminho que continha dicas e truques para auxiliar a passagem de quem o comprasse pelo submundo egípcio no "após a morte", e também descrevia como passar por Anúbis para chegar enfim ao paraíso.
Esse era um livro bem caro, e muitas vezes uma família só podia comprar um exemplar, que era enterrado com o chefe da casa [mas serviria igualmente para ajudar seus dependentes no após morte].

Gente, eu AMO esse filme. Ele é engraçado, é divertido, tem muita ação e fantasia, alguns momento de medinho... vale muito a pena assistir. E até os efeitos especias são bem feitos, se compararmos aos padrões de hoje.

< ♡ >

Tocando a Vida Fora Do Blog:

Nenhum comentário:

Postar um comentário