Anglo Vestibulares & Eu


Para alguns a faculdade é aquele momento de transição e de decidir quem você vai ser para o resto de sua vida. Para mim foi o cursinho. No caso em questão, o Anglo Vestibulares da rua Tamandaré.

Fiquei dois anos por lá, e aprendi mais naquele prédio do que em todo o ensino básico [e até na faculdade, acreditam?].
Foi lá também, que do nada, comecei a desenhar. Sim, claro que aperfeiçoei meu estilo ao longo das décadas...
Mais foi, na escadaria ao lado da sala 17, que fiz meu primeiro desenho. E o segundo.
As linhas foram surgindo e quando dei por mim, eu tinha desenhado uma moça encostada na janela dum studio. Já para a Nicole parecia uma montanha russa quando virado de lado...


Cursinho pré-vestibular é um lugar de peculiaridades. Na lanchonete da quadra, por exemplo, tinha uma parede onde a galera escrevia coisas do tipo Anglo 2007, Since 2001... E esses eram o que chamávamos de veteranos [não sei se ainda são chamados assim hoje]. Eles estavam lá há tanto tempo tentando passar na Poli ou em Pinheiros, que sabiam resolver as maiores trolhas da FUVEST, mas não conseguiam somar dois mais dois. Vai entender...


Saudades do pessoal. Do Du e da Déia, do Ivan e da Marisa. E de tanta gente que nem lembra mais de mim...

< ♡ >

Tocando a Vida Fora Do Blog:

Nenhum comentário:

Postar um comentário