Veneno - Sarah Pinborough


Quando Sarah Pinborough, a autora, disse na contra capa do livro que não existe felizes para sempre, ela estava sendo sincera. E isso não é exagero meu, caro leitor. Tanto é verdade que o final chega até a ser bizarro.
*fiquei cheia de arrepios, ui




A história aqui é sobre Branca de Neve, e isso nem precisa de resenha porque vocês já conhecem.
Todos os elementos do entorno estão presentes, como a madrasta, a maçã, os anões, o "príncipe"...
E temos também momentos de, digamos, intimidade narrados minunciosamente sem nenhum pudor pela autora.


No livro intercalamos entre capítulos narrados por Lilith, a madrasta [neta da bruxa má de João e Maria], pelo caçador, pelo "príncipe" e por um dos anões. Resumindo, todo mundo narra a história menos Branca de Neve.

Detalhe. Temos aqui uma madrasta que é um tanto bipolar, hora variando entre o ódio e o carinho por nossa protagonista.

<♥>

E sobre o "príncipe", nada a declarar...


Adorei. Só estou com medo de chegar ao final do segundo livro da série, que conta a história de Cinderela.
*confesso não estar gostando tanto assim

Mas como disse Sarah, não existe felizes para sempre...

Nenhum comentário:

Postar um comentário